sábado, 28 de agosto de 2010

"TODA NUDEZ SERÁ CASTIGADA"

É sério! E nem em nome da arte é permitido!

Erykah Badu, verdadeira diva do r'n'b quase foi presa e teve que pagar US$ 500 de multa nos EUA. E o motivo não foi o polêmico final do clipe.

O Motivo:

Erykah Badu
"Window Seat"
New Amerykah, Pt. 2: Return Of The Ankh
dir: Erykah Badu


Enquanto filmava o clipe em Dealey Plaza, um local turístico de Dallas, nos Estados Unidos, onde o presidente John F. Kennedy foi assassinado em 1963. Uma mulher que passava por ali se sentiu ofendida ao ver Erykah Badu nua na rua e a processou por atentado ao pudor.
(Deve ser inveja!)

Mas onde está o direito da mulher sob seu próprio corpo? Onde está a liberdade de expressão? Onde está o século XXI? E por que só a Erykah Badu foi julgada?

Sim, porque o clipe de "Window Seat" foi inspirado em outro clipe que esse mesmo roteiro:

Matt & Kim
"Lessons Learned"
Grand
dir: Taylor Cohen & Otto Arsenault


A gravação desse clipe foi feita em plena Time Square, em NYC. Eles realmente tiveram a coragem de tirar a roupa na frente de todos que ali passavam. Não foram processados, nem pagaram nenhuma multa. Pelo contrário, ganharam o prêmio de Breakthrough Video, no VMA's do ano passado. A única coisa que aconteceu com eles foi aquele enquadro dos policiais que é mostrado quase no final do clipe.


Outro que tirou a roupa em nome da arte videoclíptica foi Wayne Coyne, vocalista do Flaming Lips.
"Todo o elenco do clipe ele recrutou através do site BikePortland.com. Através de um simples post, pedindo aos ciclistas que não se importavam em tirar a roupa que aparecessem no local combinado. Vários apareceram e todo mundo ficou peladão, inclusive o próprio Wayne, que explicou o conceito do clipe dizendo que não se trata de uma nudez apelativa, mas SIMBÓLICA, que simboliza a morte do ego, sacou?!"
(fonte: TopTop MTV)

Já tentaram fazer isso na Av. Paulista, num protesto à favor da humanização no trânsito, mas não deu muito certo. Como não era carnaval, os policiais não gostaram muito e prenderam alguns protestantes.



Mas enfim, vamos ao clipe: (só achei essa versão ripada no dia do lançamento do clipe)

The Flaming Lips
"Watching The Planets"
Embryonic
dir: Wayne Coyne and George Salisbury


MATE SEU EGO VOCÊ TAMBÉM... TIRE A ROUPA!!!
(em nome da arte, por favor)

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

"DESLIGA ISSO, MULEQUE! ISSO É MÚSICA DE NÓIA!!!"

Foi com essa frase que meu pai pediu gentilmente que eu abaixasse (desligasse) o som, sábado. Por que? Ora, porque eu tava ouvindo RAP, mais precisamente "Diário de Um Detento", dos Racionais MC's. Tá certo que tava meio alto, mas eu sempre ouço o som alto (rock/experimental/eletrônico/MPB) e nunca tinham dito nada.

Acho AGONIZANTE quando alguém julga a outra pessoa pelo o que ela ouve, veste, goste, e até mesmo pelo jeito que ela age ou se expressa. Acho mais inacreditável ainda que as "pessoas" achem isso do RAP.

Abaixei o som e depois tive uma conversa com meu pai, que escuta Embolada/REPENTE NORDESTINO no último volume. Tentei comparar o repente com o RAP. Claro que são ritmos totalmente diferentes, mas a essência é a mesma: uma história sendo contada através das rimas. Acho que ele entendeu...




Não é a 1ª vez que escuto alguém dizer isso do RAP. Não consideram a riqueza poética e cultural da periferia? Não acho que seja isso. Acho que essa imagem suja do RAP veio do preconceito, por ser algo inventado pelos negros, o que é extremamente ridículo e inaceitável. O rock também foi criado pelos negros, mas só ganhou força quando um branquelo bonitão resolveu cantar também o tal do rock nos anos 50. Esse branquelo era Elvis Presley, que até hoje é considerado o rei do rock (?).

Será que pro RAP (no Brasil) deixar de ser discriminado vai ter que ser cantado por brancos, da classe média de São Paulo? Espero que não. Quem iria falar da realidade do Brasil? Os donos dos carros importados e de mansões?

O Rhythm and Poetry (Ritmo e Poesia) é um dos meios para chamar atenção da mídia em relação à favela. Só quem mora e vive dentro de uma favela (me inclua nessa lista) sabe o que é.




Então, dê um play e saia do seu mundo imaginário, entre pro mundo real:


Racionais MC's
"Vida Loka (Parte 2)"
- (2004)
Nada Como Um Dia Após O Outro
Dir: Kátia Lund

e+

Racionais MC's
"Diário De Um Detento"
(1998)
Sobrevivendo No Inferno
dir: Maurício Eça


Aproveitando o gancho queria divulgar:

Falando de favela, nos vêm à mente: "Cidade de Deus", um filme que conta a história da favela de mesmo nome, no Rio de Janeiro, que você já deve ter visto.
Dia 27 de agosto. estreia nos cinemas mais um filme falando da favela. Mas este, eu considero um filme mais real. Por que?
Porque foi dirigido pelos próprios moradores. Cinco jovens cineastas, moradores da favela. O filme chama-se "5x Favela - Agora Por Nós Mesmos" e é dividido em cinco episódios:
  • FONTE DE RENDA; dirigido por Manaira Carneiro & Wavá Novais
  • ARROZ COM FEIJÃO; dirigido por Rodrigo Felha & Cacau Amaral
  • CONCERTO PARA O VIOLINO; dirigido por Luciano Vidigal
  • DEIXA VOAR; dirigido por Cadu Barcellos
  • ACENDE A LUZ; dirigido por Luciana Bezerra
Finalmente um filme contado por quem realmente conhece a favela:


"5x Favela - Agora Por Nós Mesmos"
produzido por Cacá Diegues e Renata Almeida Magalhães
estreia dia 27 de agosto, nos cinemas

+ info no site: www.5xfavela.com.br

sábado, 21 de agosto de 2010

UM PEDAÇO DA MINHA TRAJETÓRIA

O mês era fevereiro. O ano: 2010. Procurava emprego naquele famoso jornal Amarelinho. Mas não encontrei nada que me interessasse, até ver o anúncio de um curso gratuito de Web design. Era exatamente para isso que procurava um emprego. Pra fazer um curso de Web Design e eis que encontro um GRÁTIS, oferecido pela ONG Colmeia!

E então lá fui eu me inscrever no curso que, para que eu pudesse participar teria que passar por um processo seletivo. Chegou então, o dia do tal processo seletivo: algumas dinâmicas e uma entrevista, na qual fiquei tão nervoso que quando saí da entrevista até passei mal... já achando que não tinha chances...
E pra minha surpresa: FUI SELECIONADO!!!

O curso começou em março, de segunda à sexta, 4 horas por dia... meu pai quase não deixou eu fazer curso porque não queria gastar com condução... mas nada que um pouco de verdades ditas não o fizesse mudar de ideia.

Tudo muito bom, tudo muito bem, até que misteriosamente o professor "abandona" o curso e pede demissão. E então, a Instituição vai à procura de um novo professor e eis que encontra um cara meio "Maluco Beleza", largadão, que é uma grande inspiração e um EXEMPLO de professor.
Inclusive é a ele que devo a existência deste blog.

Com o curso correndo maravilhosamente bem, com vários tipos de pessoas, umas que falavam muito, outras nem tanto (me inclua nessa lista), com todos já se conhecendo bem e outros desistindo no meio do caminho, muitas coisas novas foram aprendidas e ensinadas, acredito que por todos.

Mas como as coisas sempre chegam ao final, é claro que com esse curso não foi diferente. Daí, nosso querido professor chega com a notícia: vocês farão um trabalho de conclusão de curso (TCC) e deu algumas opções pra turma, entre elas, fazer um site, uma apresentação no Power Point (?!) ou um VIDEO. No começo, a escolha era fazer um site, mas depois trocaram de ideia e resolvemos fazer o video. Daí veio a discussão: fazer um video do que?
Mais barulhos e mais discussões depois veio a ideia de se fazer um documentário. Tá, mas do que? Mais um pouco de discussão e discórdias de alguns.
Enquanto todos falavam alto sem chegar à nenhuma conclusão tive uma ideia que no começo achei meio estúpida. Mas tomei coragem e resolvi falar: A GENTE PODIA FAZER UM VIDEOCLIPE... O ADINAN FAZ UM RAP E DAÍ....
Não é que aceitaram minha ideia...

Então foram todos planejar a música, "com tópicos que saíram quase sob tortura".
Mas nada que o Mente Oposta do Adinan não pudesse resolver... "A letra da música ficou show de bola..."
Com uma parte do trabalho feito, lá fomos nós planejar o CLIPE, que por sinal, não foi nada fácil!
Mas nós fizemos! (O Adinan editou e deu a maioria das ideias das cenas, mas com a ajuda de todos, é claro!).

Chegou então, o dia da formatura e da apresentação do clipe.
Só que o clipe tava com o Adinan, e ele não chegava... não chegava... até que chegou, justamente nos 45 do segundo tempo e...

É COM MAIOR ORGULHO QUE APRESENTO O 1º CLIPE QUE FAZ PARTE REALMENTE DA MINHA VIDA, com participação especial até do Tiririca, COM VOCÊS: "TRAJETÓRIA"


Adinan
"Trajetória"
TCC - Curso de Informática- Colmeia (2010)
dir: Turma da Tarde

*Com satisfação agradeço a todos os meus colegas de curso:
Adinan, Jhoselly, Stefanny, Janielson, Jefferson, Wesley, Gislaine, David, Paulo, ao grande mestre Thiago, á turma da manhã e á todos os outros professores que nos aguentaram. Lembrarei pra sempre os momentos vividos com vocês. Muito sucesso e juízo pra gente daqui pra frente...

TURMA DA TARDE.... É NÓIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

O PROFESSOR x ALUNOS

Inspirado no texto que li no blog Memória Individual, que falava sobre a relação entre alunos e professores, parei pra pensar qual o papel real da escola e do professor.

Sempre vi meus professores como pessoas distantes dos alunos, meio que seres intocáveis, até conhecer um professor que quebrou todo meu conceito e me fez ver um pouco o porquê desse distanciamento, que há principalmente nas escolas públicas.

Estudei numa escola em que eu odiava TODOS os professores e o restante dos alunos que "frequentavam", por ser "zuado" e discriminado (o que eles chamam hoje de BULLYING). Criei, então, um meio de me proteger: o isolamento. Mas isso me fez criar também uma espécie de fobia social. Mas acho que se isso não tivesse acontecido, talvez não seria a pessoa que sou hoje, que enxerga o mundo com outros olhos.

Voltando aos professores, na minha visão, a intenção deles era moldar os alunos de uma forma que mostrasse quem é que manda e quem obedece. A partir desse pensamento, decidi que não faria mais tudo que me pedissem, mas só o que me interessasse. Resultado: Tirava notas baixas nas matérias em que não via sentido algum pra minha vida e notas máximas em outras que via algum tipo de esplendor.
Nenhum professor parou pra perguntar o porquê daquilo (acho que nem repararam), e falta de aviso não foi.

Apesar disso tudo nunca pensei em largar a escola, mas isso acontece hoje com meu irmão de 13 anos, que não quer ir de jeito nenhum mais pra escola. Por que? Porque ele tem que ficar 5hs lá, muitas vezes sem professor algum dando aula e sendo o alvo da zuação dos alunos que se acham espertos. O plano dele é "fazer um supletivo quando tiver idade pra acabar logo com a tortura".

Mas enfim, esse blog é para os VIDEOCLIPES, então para celebrar todo o ensino que recebemos, cantem esse hino clássico do rock:

"
Não precisamos de nenhuma educação
Não precisamos de controle mental
Chega de humor negro na sala de aula
Professores, deixem as crianças em paz
Ei! Professores! Deixem essas crianças em paz!
Afinal, você é apenas um tijolo na parede
Todos são somente tijolos na parede..."


Pink Floyd
"Another Brick In The Wall" (1979)
The Wall
dir: Gerald Scarfe

O vídeo mostra a educação tradicional na qual o professor é a autoridade máxima, o detentor do conhecimento. O aluno, apenas uma tábula rasa que deve ser preenchida por um conhecimento pronto. Ele não tem voz e nem autonomia sendo moldado para o mundo do trabalho. Tudo segue uma rotina e disciplina. Esta é uma educação que não queremos. A verdadeira edução é aquela que leva o aluno a construir o seu próprio conhecimento e a refletir sobre a sociedade na qual está inserido.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

"INTERPLANETÁRIO"

O vazio é enorme
A solidão preenche o espaço que inflama
Há corpos celestes, pontiagudos, uniformes
Alguns estão com tanta pressa que a cauda está em chamas.

Do calor extremo ao frio fixo
"Quanto mais longe do Deus, mais gelado tu és"
Luas, anéis e camadas invisíveis
Sólidos e gasosos, o contato é inalcançável e sem fé.

Girando num baile eterno em perfeita sincronia
Mas sem fazer nenhum contato.
A órbita lhes dá a vida em harmonia
Mas não há esperança; sentimento recíproco nunca dito.

A Terra é úmida, mas logo seca
Bactérias, vírus e insetos sobrevivem nela.
Sua fiel companheira a segue, doa o crepúsculo
Dando-lhe sentido ao dia e a noite.

Seguem ordens severas de seu Deus
Alguns são castigados com o calor, outros com o frio
Pelo simples motivo de estarem muito perto ou muito longe do Deus,
Vivendo no cosmo sem serem cosmonautas.

Rodeados pelos astros brilhantes
Que na realidade são capangas da Estrela-Mor-Universal
Estão em todo lugar, vigiando, sempre sintilantes
Num grande vazio existencial, espacial.

As intenções são puras
Mas o Azul está adoecido.
Desenvolveu bactérias em seu corpo, não há cura
Está sendo destruído, está aborrecido.

O Azul já não é mais o mesmo,
Está revoltado, sente dores agudas na pele, terremotos, furacões, chora alagando,
Não respira mais direito, se viciou em seu próprio veneno,
Dizem que tem febres, que vive a esmo.

E o que seu Deus faz? O castiga mais e mais:
Por ter sido tão tolo, por ter deixado os animais
Para dar privilégios humanos a seres destrutivos
Que nunca deram nada em troca e não darão jamais.

E o que o seu Deus faz? O queima mais e mais:
Diz que é para o seu bem, para queimar
As bactérias ali existentes; matá-las irá trazer paz?
O Azul poluído suplica: "-Por favor, não me torturem mais!"

Mas o que eu posso fazer?
Sou só mais uma bactéria racional, obrigado a lhe fazer mal
Quando nasci já estava assim,
Será que só sobrevivo se tratá-lo assim?

Pense...

Adriano Alves
17/08/10

Não sei se fiz certo, mas já está feito.
Postei meu pensamento, e digo: sou um ser sideral.

E para ilustrar ritmicamente tudo isso:


Björk
"Desired Constellation"
Medúlla
dir: Lynn Fox
(tradução aqui)

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Trocando de roupa

Tá certo que a moda muda rapidamente, mas nem tão rápido como eles fizeram nesse clipe.
Dev foi duplicada e troca de roupa de acordo com a batida da música... sensacional!
Just press play and change your clothes:


Dev
"Booty Bounce"
dir: Ethan Lader

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

"Não, Dona Lurdes, não tem nenhum cantor, não..."

Se você só gosta de músicas que tenham um cantor bonitinho, com chapinha na franja, nem esse post e nem esse clipe é pra você. Se você realmente gosta de rock e acha que os instrumentos falam mais do que qualquer letra de música, você tem que conhecer o MACACO BONG, que como eles mesmos mencionam em seu MySpace "é uma desconstrução dos arranjos da música popular em seus formatos convencionais e aliada à linguagem das harmonias tradicionais da música brasileira com jazz/fusion/pop etc."

Então, se você é como a vizinha chata Dona Lurdes, nem adianta pedir pra eles cantarem ou pararem de tocar:
"-VAMO PARAR PORRA NENHUMA!"
É isto que tu vais ouvir do Macaco Bong...

Recado dado aperte o shift... ops... quer dizer, o PLAY e veja "Shift":


Macaco Bong
"Shift"
Artista Igual Pedreiro
dir: Priscilla Brasil

M.I.A. e seus GIFs animados


Realmente não sei se gostei ou se odiei o CLIPE (a música é boa) "XXXO", da polêmica M.I.A.
Ele veio cheio de influências das redes sociais, pedindo pra ser ADD no nosso subconsciente virtual, mas será isso uma crítica ou um elogio?
Tirando essa parte que não entendi, o clipe foi bem produzido e cheio daqueles GIFs animados irritantes que o povo manda pro Orkut. E a famosa tela do YouTube vem hipnotizante (querendo dizer que o YouTube nos hipnotiza?) e que ao chegar ao fim do clipe, aquele recadinho de quem foi aceito no Orkut: "Thank you for adding me" ou "Obrigado por ter me adicionado".
De nada, M.I.A. , mas e o mundo real?


M.I.A.
"XXXO"
/\/\ /\ Y /\
dir: Hype Williams

O mundo real pode te dar náuseas, tonturas e pode fazer você ficar louco.
A resposta da M.I.A. pra minha pergunta veio no mesmo dia e ela lançou o clipe de "Illy Girl"... que é tão (muito mais) estonteante quanto "XXXO".
Parabéns pra mim... quer dizer... pra M.I.A....



M.I.A.
"Illy Girl"
/\/\ /\ Y /\

sábado, 7 de agosto de 2010

FELIZ DIA DOS PAIS!!!

Como sabemos, amanhã é Dia dos Pais. Por isso, o VideoClíptico preparou uma lista de clipes pra animar esse dia. Esqueça o consumismo, pois isso sai de graça. Vá lá chamar seu pai e toda família, pois como Arnaldo Antunes diz: "Saiba, todo mundo teve pai, quem já foi e quem ainda vai..."

Pra começar tem "Father And Son", do Cat Stevens (que hoje chama-se Yusuf Islam). Essa música é de 1970 e traz o que um pai sempre faz: DAR CONSELHOS. A música é emocionante, dedique-a a seu pai.
(click aqui para ver a tradução da música)

Cat Stevens
"Father And Son"
(1970)


Lembra aquele ditado: "Você é o reflexo do espelho do seu pai"? É isso que o Marcelo D2 mostra em "Loadeando", fazendo uma rima com seu filho Stephan, onde um se desenvolve e evolui com o outro, o que era para sempre acontecer numa relação entre pais e filhos:

Marcelo D2 e Stephan
"Loadeando" (2004)
A Procura Da Batida Perfeita
dir: Johnny Araújo


E quando se trata de suas origens? Seus pais são fundamentais nisso, pois se eles nunca tivessem se conhecido, você nunca teria nascido. E você? Já perguntou ao seu pai como ele conheceu sua mãe?

Palavra Cantada
"Eu"
Canções Curiosas
dir: Paulo Tatit e Raul


Essa é uma realidade que se tornou frequente no Brasil: meninas que engravidam na adolescência. Muitos pais acabam perdendo a cabeça por não saber lidar com essa situação tão cedo. Mas aí vai uma dica: "PAPAI, NÃO DISCUTA", pois sua garotinha cresceu:

Madonna
"Papa Don't Preach" (1986)
True Blue
dir: James Foley


Mas, e quando a relação entre pai e filho(a) ultrapassa algumas barreiras?
Essa eu deixo pra você tirar suas conclusões, assistindo ao incestuoso "Lemon Incest", de Serge Gainsbourg e sua filhinha (legítima), com 13 anos na época, Charlotte em uma relação bem íntima em cima da cama.

Serge Gainsbourg & Charlotte Gainsbourg
"Lemon Incest" (1984)



Todos nós sabemos que nem todo mundo tem ou teve uma boa relação com os pais. Kurt Cobain foi uma dessas pessoas. Em 1992, o Nirvana se reuniu pra gravar o clipe de "In Bloom". A gravação ocorreu numa boa, mas no final alguém disse isso pro Kurt: "-Nossa Kurt, como você ficou parecido com seu pai!" Kurt Cobain ficou furioso e ofendido com a comparação e chegou a proibir o lançamento do clipe:

Nirvana
"In Bloom (version 1)" [1992]
Nevermind
dir: Kevin Kerslake

Pra completar, Kurt decidiu gravar de novo o clipe, mas dessa vez com "sangue no zói" e destruiu o cenário do clipe todo.
A mágoa de Kurt com seu pai era imensa, mas o resultado da 2ª versão do clipe ficou bem melhor:

Nirvana
"In Bloom (version 2)" [1992]
Nevermind
dir: Kevin Kerslake



Continuando nas mágoas, às vezes nossos pais pensam mesmo que somos PERFEITOS e que nunca iremos decepcioná-los. Não é bem assim e isso aconteceu comigo. "Me desculpe, eu não posso ser perfeito."

Simple Plan
"Perfect" (2003)
No Pads, No Helmets... Just Balls
dir: Liz Friedlander


Ainda há a questão da relação entre um pai e um filho homossexual. Essa é questão é dificílima de lidar e exige muito cuidado nas ações.
Esse belíssimo clipe do Sigur Rós trata exatamente desta questão, que envolve também religião.
ABAIXO A HOMOFOBIA!

Sigur Rós
"Viörar Vel Til Loftárása" (2001)
Ágaetis Byrjun



Também temos aqueles casos em que seus pais se separam, mas não importa o motivo. O que importa é que o Rei das Trevas e sua princesinha cantam sobre isso em "Changes":

Kelly Osbourne feat. Ozzy Osbourne

"Changes" (2001)
Changes



Um pai, também não é perfeito e por algum motivo ele vê o abandono como uma solução. Eminem fez isso, mas se arrependeu. (tradução)

Eminem
"When I'm Gone" (2005)
Courtain Call
Anthony Mandler



Existem também os pais solteiros. Mas quando eles resolvem interferir no hora do flerte dos filhos não dá muito certo.
Em "Tighten Up", os Black Keys quiseram separar a briga dos filhos por causa de uma menina. Resultado: eles mesmos acabaram brigando e perdendo a mãe da namoradinha dos filhos. Ai, ai... os pais modernos...

The Black Keys
"Tighten Up" (2010)
Brothers
dir: Chris Marrs Piliero



Com certeza seu pai já cortou o seu barato quando você tava na maior zuera com seus amigos. Mas lembre-se: já aconteceu isso com seu pai, então deve ser uma doce vingança:

Hateen
"Quem Já Perdeu Um Sonho Aqui?" (2006)
Procedimento De Emergência
dir: Fabrízio Martinelli

É isso aí...
FELIZ DIA DOS PAIS!!!

E se você achou que faltou algum clipe nessa seleção... comenta aí.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Quando a Pitty sai, eles cozinham!

Martin e Eduardo
"Dezenove Vezes Amor"
Dezenove Vezes Amor
Ricardo Spencer

Martin e Eduardo fazem parte da banda da Pitty, que lançou o projeto paralelo Agridoce, e agora foi a vez deles lançarem uma bela dupla e um super álbum.
No clipe de Dezenove Vezes Amor, eles mostram que não sabem só tocar, mas cozinhar também, só não sei se vcs vão querer experimentar:



O fantasioso mundo de Joanna Lee

iamamiwhoami
"y"


Eu sou. Sou eu? Quem sou eu? Essa pergunta foi respondida: é a sueca Joanna Lee, quem traz esses maravilhosos clipes-virais. No clipe de "y", com quase 9 minutos, a cantora misteriosa mostra seu rosto e seu hiper-mega-ultra mundo da fantasia, com uma direção de arte impecável e um simpático gato preto.
Ansiedade e admiração: é o que sinto por Joanna Lee neste momento.
O que será que vai sair desse projeto , que contém tanto suspense?


segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Conheça The Moulettes

The Moulettes
"Devil Of Mine"
The Moulettes
Thomas Goldser

Os Moulettes fazem músicas para :
celeiros, campos, tendas e tavernas, igrejas, castelos, grutas e cavernas, antros de iniqüidade, mergulhos jukebox, os paraísos do prazer, esplendor...

Destaque na sua orquestra do absurdo é um violoncelo, um fagote, guitarra, violino, viola, harpa, kazoo, trombone, bateria e harmonia em 5 partes. Suas canções são narrativas conduzindo épicos da depravação, decadência e devastação delirante, e entregar um pândego, retumbante quando convocados.

Confuso? Não.

Veja o clipe que você vai entender.