segunda-feira, 23 de agosto de 2010

"DESLIGA ISSO, MULEQUE! ISSO É MÚSICA DE NÓIA!!!"

Foi com essa frase que meu pai pediu gentilmente que eu abaixasse (desligasse) o som, sábado. Por que? Ora, porque eu tava ouvindo RAP, mais precisamente "Diário de Um Detento", dos Racionais MC's. Tá certo que tava meio alto, mas eu sempre ouço o som alto (rock/experimental/eletrônico/MPB) e nunca tinham dito nada.

Acho AGONIZANTE quando alguém julga a outra pessoa pelo o que ela ouve, veste, goste, e até mesmo pelo jeito que ela age ou se expressa. Acho mais inacreditável ainda que as "pessoas" achem isso do RAP.

Abaixei o som e depois tive uma conversa com meu pai, que escuta Embolada/REPENTE NORDESTINO no último volume. Tentei comparar o repente com o RAP. Claro que são ritmos totalmente diferentes, mas a essência é a mesma: uma história sendo contada através das rimas. Acho que ele entendeu...




Não é a 1ª vez que escuto alguém dizer isso do RAP. Não consideram a riqueza poética e cultural da periferia? Não acho que seja isso. Acho que essa imagem suja do RAP veio do preconceito, por ser algo inventado pelos negros, o que é extremamente ridículo e inaceitável. O rock também foi criado pelos negros, mas só ganhou força quando um branquelo bonitão resolveu cantar também o tal do rock nos anos 50. Esse branquelo era Elvis Presley, que até hoje é considerado o rei do rock (?).

Será que pro RAP (no Brasil) deixar de ser discriminado vai ter que ser cantado por brancos, da classe média de São Paulo? Espero que não. Quem iria falar da realidade do Brasil? Os donos dos carros importados e de mansões?

O Rhythm and Poetry (Ritmo e Poesia) é um dos meios para chamar atenção da mídia em relação à favela. Só quem mora e vive dentro de uma favela (me inclua nessa lista) sabe o que é.




Então, dê um play e saia do seu mundo imaginário, entre pro mundo real:


Racionais MC's
"Vida Loka (Parte 2)"
- (2004)
Nada Como Um Dia Após O Outro
Dir: Kátia Lund

e+

Racionais MC's
"Diário De Um Detento"
(1998)
Sobrevivendo No Inferno
dir: Maurício Eça


Aproveitando o gancho queria divulgar:

Falando de favela, nos vêm à mente: "Cidade de Deus", um filme que conta a história da favela de mesmo nome, no Rio de Janeiro, que você já deve ter visto.
Dia 27 de agosto. estreia nos cinemas mais um filme falando da favela. Mas este, eu considero um filme mais real. Por que?
Porque foi dirigido pelos próprios moradores. Cinco jovens cineastas, moradores da favela. O filme chama-se "5x Favela - Agora Por Nós Mesmos" e é dividido em cinco episódios:
  • FONTE DE RENDA; dirigido por Manaira Carneiro & Wavá Novais
  • ARROZ COM FEIJÃO; dirigido por Rodrigo Felha & Cacau Amaral
  • CONCERTO PARA O VIOLINO; dirigido por Luciano Vidigal
  • DEIXA VOAR; dirigido por Cadu Barcellos
  • ACENDE A LUZ; dirigido por Luciana Bezerra
Finalmente um filme contado por quem realmente conhece a favela:


"5x Favela - Agora Por Nós Mesmos"
produzido por Cacá Diegues e Renata Almeida Magalhães
estreia dia 27 de agosto, nos cinemas

+ info no site: www.5xfavela.com.br

Nenhum comentário: