quarta-feira, 24 de novembro de 2010

As Aventuras do Calango na Cidade

Essa é uma prova de que o Brasil tem ótimos e incríveis artistas e que merecem espaço maior na mídia:

Valmir Ribeiro de Carvalho, Bilora, nasceu em Santa Helena de Minas, Vale do Mucuri, divisa com o sul da Bahia, a poucos quilômetros da aldeia dos índios Maxakali. Ali viveu até os 28 anos em convívio com a cultura popular do lugar, como: batuques, folia de reis, cantigas de roda, festas juninas, etc. Atualmente reside em Contagem, MG.

É músico-violeiro-compositor. Tem três discos gravados: De Viola e Coração (1998), Tempo das Águas (2002) e o mais recente “Nas Entrelinhas”.

E ano passado, num projeto chamado Conexão Vivo Animações, Bilora ganhou seu primeiro clipe, da fodástica fábula do "Calango Na Cidade".


Bilora
"Calango Na Cidade"
Nas Entrelinhas
dir: Leonardo Catapreta

O clipe em animação, venceu o Primeiro Lugar da Premiação da ABCA e do Prêmio da Votação Popular do Conexão Vivo Animações. A direção e a produção ficou por conta de Leonardo Catapreta, que contou como foi o processo de criação do video:

“O processo foi muito simples. Eu parti de desenhos rápidos que eram feitos durante várias sessões de audição da composição do Bilora. Esses desenhos eram quase automáticos, brotando aos montes como uma catarse gráfica. A música tem esse caráter de fábula brasileira, é divertida, política e irônica, mas tudo girando em torno de uma narrativa. Eu optei por fazer algo direto, um espelho visual do que a música narra. Os desenhos que surgiram foram selecionados e finalizados para compor a história. A composição do Bilora em si já é muito "visual". A música foi a estrutura natural de tudo. Letra e música orientaram o design de personagens, de background, de objetos de cena, o ritmo da edição e a escala cromática. Foi o meu primeiro videoclipe animado. Tomara que seja o primeiro de muitos... Apesar de que eu não costumo assistir televisão, não conheço bem a MTV, sei que é um canal importante para esse universo musical e isso não é pouca coisa. Tomara que fique um tempo na programação pois essa música é muito boa, festiva sem ser alienada, "fofa" sem ser ingênua e política sem ser panfletária. As pessoas merecem ouví-la!”.
(fonte)

As pessoas têm que ouvir o som do Bilora, sô! É bão demais:
http://www.myspace.com/bilora

Nenhum comentário: