quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Para Ser Papercutizado

Como descrever um clipe, uma música, uma representação da natureza tão linda? Tentei fazer um texto bonito o bastante para descrever o clipe "Lylac (Helios Remix)", da banda portuguesa :papercutz, mas nada saiu. Desisti porque achei que não consigo criar algo tão BELO quanto.

Este clipe é para ser sentido e admirado. Pode parecer nada demais, mas se você se prender à música (me arrepio e me sinto bem quando escuto) verá o quão belo é este clipe e quão cativante é mexer com seu imaginário!

Aconselho que veja-o em fullscreen:

:papercutz
"Lylac (Helios Remix)"
Do Outro Lado Do Espelho (Lylac Ambient Reworks)
dir: Daihei Shibata


>>>É do encontro entre a electrônica suave e borbulhante de blips n´blops e a delicadeza dos instrumentos acústicos, que reside a força criativa e emocional dos portugueses experimentais :papercutz.
Sem retirar os elementos pop de sua música e sim, os releva e muito, acabando por revelar uma beleza mística, encantadora e fluída. Por um instante o que pode parecer complexo e elétrico, se mostra simples e natural, por vezes gelada e por outras confortável. A canção é vibrante e tem múltiplas dimensões.
A banda se apresenta junto à um projeto gráfico que reflete bem a natureza abstrata e levemente surreal de suas canções.

Se você curte música experimental ambiental, fica a dica:
http://www.myspace.com/papercutzed
http://www.papercutzed.com/

Se não gosta, experimenta a sensação quando tiver levemente dopado!

Essa é a definição da própria banda para o som que fazem:
Para ser papercutzed: a perseguir o seu próprio caminho, para sonhar imagens em música, como a luz, assim como a escuridão, para ver todos os estilos musicais como línguas de validade e que os artistas usam para descrever o que está dentro delas, para encontrar: música de papel picado e idéias de um lugar onde você pode se perder ... Let's get lost!

: Papercutz é sobre a música pop aventureira. Um dos poucos grupos a sair de Portugal na cena internacional da música electrónica independente, eles buscam um equilíbrio entre o acústico e o eletrônico em faixas instrumentais e vocais. Projeto de Bruno Miguel, e agora uma banda em turnê resultou de amor de instrumentação, eletrônica orgânica, o sonho, como melodias, vocais e ambiências pop, piano e cinematografia.


Nenhum comentário: